Festival de Inverno

5 motivos para você não perder o Festival de Inverno de Campos do Jordão

A chegada da estação mais fria do ano marca o início do Festival de Inverno de Campos do Jordão, reconhecido como o maior evento de música clássica da América Latina. Após dois anos sendo adiado por conta da pandemia da Covid-19, a 52ª edição foi confirmada para acontecer entre os dias 2 e 31 de julho.

Como uma forma de homenagear e fazer referência aos 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922 completados em fevereiro, o tema do Festival de Inverno deste ano será “Modernos Eternos”.

Ao todo, serão 84 concertos espalhados em cinco locais de Campos de Jordão: o tradicional Auditório Claudio Santoro, no parque Felícia Leirner (apresentações de sexta a domingo); o recém-inaugurado Parque Capivari (sábados e domingos); o Palácio Boa Vista, com concertos na capela de São Pedro e em um palco externo (sábados e domingos); a histórica Igreja de Santa Terezinha, no centro da cidade (sextas-feiras).

A Sala São Paulo também tem uma agenda diária de apresentações divididas entre a Sala Concerto e a Sala do Coro, e ênfase em apresentações de artistas do Festival. Confira aqui a programação completa.

Se você anda não tem o destino para as férias de julho, nós te damos cinco motivos para aproveitar o Festival de Inverno em Campos do Jordão.

 

  1. Campos do Jordão 

A cidade é encantadora em qualquer época do ano, mas é durante o inverno que ela entra em período de alta temporada e assim continua até o mês de agosto. Em julho você vai encontrar as menores temperaturas em comparação ao restante do ano e curtir todo o agito que o Festival de Inverno atrai para a Suíça brasileira. Aproveite ainda as belas paisagens serranas e alta gastronomia que só Campos de Jordão tem.

 

  1. Atrações gratuitas 

Apesar do tamanho e da proporção do Festival de Inverno de Campos do Jordão, 90% dos seus concertos serão gratuitos e abertos ao público. As únicas apresentações pagas serão as do auditório Claudio Santoro, que tem capacidade para 814 pessoas, e custarão entre R$ 50 e R$ 100.

Os ingressos para os demais concertos poderão ser retirados gratuitamente a partir de 10 dias de antecedência, com limite de quatro unidades por pessoa e à capacidade do local.

 

  1. Apoio à formação de novos talentos

Além da programação artística, o Festival de Inverno possui também um viés pedagógico. Idealizado em 1970 pelo então secretário estadual da Fazenda, Luis Arrobas Martins, o evento foi inspirado no Festival de Música de Tanglewood, que reúne uma série de concertos com premiação musical. Em Campos do Jordão, alunos bolsistas têm a oportunidade de passar um mês estudando com importantes nomes da música

Cerca de 142 alunos e 52 professores participarão do módulo pedagógico, com mais de mil horas-aula. Entre os professores, nomes de destaque no cenário musical internacional: o violoncelista Leonard Elschenbroich e o pianista Alexey Grynyuk. Estudantes e professores formarão a orquestra do festival que se apresentará sob a regência do brasileiro Marcelo Lehninger, do turco Çem Mansur e do inglês Neil Thomson.

Uma das atrações será a entrega do Prêmio Eleazar de Carvalho e o músico vencedor receberá uma bolsa de R$ 1,4 mil por mês para estudar por até nove meses em uma instituição estrangeira a ser escolhida pelo premiado, além das despesas da translado entre o Brasil e o exterior. Outros músicos que se destacarem poderão ser premiados com bolsas na Academia de Música da Osesp.

 

 

  1. Música erudita acessível

Obras sinfônicas de compositores famosos poderão ser ouvidas no festival em um panorama do modernismo internacional, especialmente das décadas de 1920 e 1930.

Na programação destacam-se os concertos da Osesp, da Orquestra Filarmônica de Goiás, da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, além da participação especial de orquestras jovens brasileiras, como a Ojesp, a Experimental de Repertório, a do Theatro de São Pedro e a de Mogi das Cruzes.

 

 

         5. Garanta a sua casa de férias na Suíça brasileira 

 Uma vez que você aterrissar na Suíça brasileira, nós temos certeza de que o charme e o clima da cidade vão fazer com que você queira voltar sempre. A boa notícia é que você pode!

Em Campos do Jordão, você tem duas opções de empreendimentos que serão a sua casa de férias no sistema de multipropriedade: a Pousada Là-Bas e o Le Charmant Maison de Luxe, que está em fase de construção. Depois de escolher o seu primeiro destino e descobrir as vantagens de compartilhar uma segunda casa, aproveite os benefícios exclusivos da WAM Fidelidade, a sua agência de viagens e intercambiadora para outros destinos.

Além de garantir um patrimônio de férias para toda a família, você vai garantir mais vi por toda a vida. Da serra ao litoral, conte com a WAM Fidelidade para mudar seu destino de férias, trocar seu período por créditos em serviços de agência de viagens, adquirir o melhor custo-benefício em pacotes e a comodidade dos serviços completos e personalizados para as suas férias.

 

Leia mais: entenda todas as vantagens de ter uma casa de férias. 

 

Fontes: Portal Agência Brasil / Portal Festival Campos do Jordão / Portal Melhores Destinos.

 

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Não perca tempo
e programe suas
férias agora mesmo!

Sua próxima viagem está entre esses 8 destinos.

Comece sua viagem clicando aqui.

Cuidamos da sua privacidade

Utilizamos cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência de navegação, recomendar conteúdos de seu interesse, personalizar publicidade e analisar o nosso tráfego. Essas informações podem ser compartilhadas com alguns parceiros para proporcionar um conteúdo ainda mais personalizado. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com as nossas políticas. Saiba mais